Arquivo da categoria: ACESSÓRIOS

Bagageiro para bike

Quem está pensando em começar a fazer viagens de cicloturismo, ou mesmo pedais mais longos, deve considerar usar bagageiros na bicicleta.
Conhecer novos lugares, pessoas e culturas é uma das melhores sensações que podemos ter enquanto pedalamos, mas para isso é necessário preparar adequadamente a nossa companheira de pedal.
Os bagageiros, ou alforjes,  são excelentes quando precisamos levar muitos acessórios e são feitos para aguentarem um peso maior do que suportaríamos nas costas com uma mochila.
Vamos ver alguns usos dos bagageiros com a bike:

– Cicloviagens

Nesse tipo de uso, você irá utilizar tudo o que os alforjes e bagageiros podem oferecer, pois normalmente transportamos cargas pesadas para encarar muitos dias de viagem.
Dependendo da quantidade de bagagem e acessórios que irá levar, opte por bagageiros

– Uso Urbano

Quem já usa a bike como meio de transporte principal para ir ao trabalho, sabe a importância e de levarmos roupas e equipamentos da bicicleta. Os alforjes são uma melhor escolha para armazenar os itens que não caberiam nas bolsas de quadro, guidão e selim.

– Em passeios

Mesmo para passeios curtos, os bagageiros também são muitos úteis, pois com eles podemos transportar itens que adquirirmos durante o percurso, como por exemplo, as compras de uma ida ao mercado ou padaria.
Para s ciclistas com filhos pequenos, existem cadeirinhas que são específicas para se acoplar nos bagageiros da bike.

Confira 10 equipamentos essências para o seu próximo cicloturismo

Modelos de Bagageiros de bicicleta

Dianteiro

Os modelos dianteiros são fixados pela blocagem ou mesmo por hastes na suspensão ou no garfo.
Os bagageiros dianteiros possuem a capacidade de carga um pouco superior de uma bolsa, mas também existem alforjes específicos para serem usados na lateral do garfo.
A maioria desses modelos tem um limite de carga em torno de 15kg no máximo para não prejudicar a pilotagem.

Traseiros

Os modelos traseiros são os mais variados e comuns, podendo ser removíveis ou não, e são subdivididos em: para quadros e para canote.
– Quadros: Esses modelos são bem reforçados para suportarem até 25kg, necessitando que o quadro tenha furação para que sejam fixados. Também existem modelos próprios para quadros com freios v-brake ou disco e específicos para o tipo de aro da bicicleta.
– Canote: É fixado diretamente no canote e possuem baixa capacidade de carga, sendo muito utilizado em pedais urbanos e de passeio.

Lembre-se sempre de saber todas as especificações da sua bicicleta para poder adquirir um bagageiro adequado que se encaixe na bike e nas suas necessidades de uso.

Como conservar e limpar o capacete de bicicleta

Você apenas deixa o capacete jogado em qualquer canto após o retorno do pedal e das trilhas?
Você nunca lavou? Ou verificou se existem fissuras ou micro rachaduras?

Se você nunca pensou nisso, sinto informar que você está fazendo muito errado!
É hora de separar um tempo para se dedicar na conservação e limpeza desse tão importante item de segurança.

post_limpeza_capacete
Separamos algumas dicas que podem lhe ajudar nessa tarefa

1) Lave com frequência

Lavando regularmente, você evita que odores desagradáveis aparecem e aumenta a durabilidade do capacete. O suor da transpiração também pode danificar as correias e as espumas.

Utilize água em abundância, sabão neutro e uma escola de limpeza. Retire as espumas e as correias (se possível) e lave-as a parte.
Seque com uma toalha de papel e deixe o capacete secar por completo à sombra.

2) Verifique o estado do capacete

Após a secagem completa, verifique se o capacete possui amassados, fissuras ou micro rachaduras internas. Na parte externa também procure por amassados e áreas deformadas. Se localizar algum desses itens, o melhor a fazer é substituir o capacete, pois a proteção dele provavelmente já está comprometida.

Verifique o estado do sistema de fixação. Muitos modelos atuais permitem a troca de apenas essas partes, o que se torna uma boa opção se o restante do capacete estiver em boas condições.

post_limpeza_capacete3

3) Guarde corretamente

Os capacetes devem ser guardados longe de fontes de calor e em local seco e arejado. O calor pode deformar a estrutura do capacete, comprometendo a capacidade de absorver impactos.

4) Verifique o uso de acessórios

O uso de acessórios deve ser usado com cautela. Faróis, câmeras ou retrovisores podem prejudicar a capacidade de proteção do capacete.
Instale esses equipamentos sempre seguindo a orientação dos fabricantes do capacete e dos acessórios.

post_limpeza_capacete4

5) Troque quando for necessário

Os capacetes são desenvolvidos para suportar um único impacto. Não pense que por ter sido uma queda leve, e o capacete parecer inteiro, que ele pode continuar a ser utilizado.

Após uma queda onde o capacete foi atingido, o substitua imediatamente.

 

6) Observe a vida útil do capacete

Por melhor que seja a marca e mais tecnológico que seja, o capacete não dura para sempre. A maioria dos fabricantes recomenda a troca a cada três anos, devido à ação do tempo, sol, transpiração e outros fatores.
Sempre consulte as recomendações do fabricante.

post_limpeza_capacete2

E como está o seu capacete?
Se precisando trocá-lo, temos diversos modelos aqui na Azupa! Confira!